A Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro é uma iniciativa da Artesol, organização sem fins lucrativos brasileira, fundada em 1998 pela antropóloga Ruth Cardoso. Seu objetivo principal é promover a salvaguarda do artesanato de tradição cultural no Brasil. Por meio de diversas iniciativas, a Artesol apoia artesãos em todo o país, revitaliza técnicas tradicionais, oferece capacitação, promove o comércio justo e dissemina conhecimento sobre o setor.

Associação das Bordadeiras da Serra da Moeda


Nas mãos das bordadeiras da Serra da Moeda, o bordado tornou-se uma forma de contar história e valorizar a cultura local. Nas diversas peças que produzem, as artesãs trazem para seus bordados representações da cultura popular, como o congado, e da paisagem local. 

Mostrar contatos

AbrirFechar

Os contatos devem ser feitos preferencialmente via Whatsapp.

Telefone (31) 99639-2176
Contato Consuelo Lobo
Estrada Rui Barbosa,12 loja 03 – Córrego Ferreira, CEP 35460-000, Brumadinho – MG

A Artesol não intermedeia relações estabelecidas por meio desta plataforma, sendo de exclusiva responsabilidade dos envolvidos o atendimento da legislação aplicácel à defesa do consumidor.

Sobre as criações

O bordado livre, que conserva pontos tradicionais reorganizando os espaços e propondo novos estilos de desenho, tem sido explorado de inúmeras formas na produção artesanal brasileira.

Nas mãos das bordadeiras da Serra da Moeda, tornou-se uma forma de contar história e valorizar a cultura local. Nas diversas peças que produzem, como nécessaires, almofadas, bolsas, panos de prato, toalhas de mesa, colchas e estandartes, as artesãs trazem para seus bordados representações da cultura popular, como o congado, e da paisagem local. 

Dessa forma, o fazer artesanal é também uma ferramenta de difusão e valorização do Patrimônio Cultural da Serra da Moeda.

Associação das Bordadeiras da Serra da Moeda / Crédito das fotos: Divulgação

Sobre quem cria

O grupo de bordadeiras iniciou suas atividades em meados de 2017, em uma iniciativa de criar um projeto de cunho social na região da Encosta da Serra da Moeda, nas comunidades de Córrego Ferreira/Palhano, no município de Brumadinho. A iniciativa foi direcionada às mulheres das comunidades que não tinham opção de lazer, pensando em proporcionar um encontro para, na troca de saberes e habilidades, desenvolver uma convivência agradável, alegre e produtiva. 

Aos poucos o grupo direcionou mais para o bordado, onde todas se identificaram. Esta fase foi marcada pela produção de uma grande toalha que fizeram para o altar da Capela do Córrego Ferreira, que é também a Sede da Guarda de Moçambique Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

Em maio de 2019, com apoio da arquiteta Nao Ishii Yuasa que cultiva uma longa e profícua relação com a região, tiveram um acompanhamento de 2 anos com o designer Renato Imbroisi, a fim de profissionalizar a produção e criar uma identidade para o trabalho. Nesse tempo realizaram atividades de desenvolvimento e aperfeiçoamento das habilidades em costura, bordado, percepção estética e a criatividade para desenvolvermos os nossos próprios desenhos. 

A coleção desenvolvida, com a temática do congado, foi lançada com grande aceitação do público em outubro de 2020 na Semana Criativa de Tiradentes e vem sendo comercializada em lojas especializadas e online desde então.

Sobre o território

Com extensão de 70 quilômetros e aproximadamente 1.500 metros de altitude, a Serra da Moeda localiza-se a 25 quilômetros do centro de Belo Horizonte e estende-se nos municípios de Moeda, Brumadinho, Nova Lima, Itabirito, Belo Vale e Ouro Preto.

De impactante beleza, a Serra da Moeda é um dos principais destinos turísticos da região, a todos os amantes da natureza, com suas trilhas e com condições mais que favoráveis para a prática do voo livre. 

A origem do nome está ligada ao registro histórico de que a região teria abrigado a primeira fábrica clandestina de dinheiro no Brasil, ainda nos tempos de colônia. A formação dos municípios é antiga, a maioria estabeleceu-se em meados do séc. XVIII. Assim, além dos atrativos naturais, o local transpira história em suas manifestações da cultura popular, em festas como o congado e na rica gastronomia. 

Membros relacionados