A Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro é uma iniciativa da Artesol, organização sem fins lucrativos brasileira, fundada em 1998 pela antropóloga Ruth Cardoso. Seu objetivo principal é promover a salvaguarda do artesanato de tradição cultural no Brasil. Por meio de diversas iniciativas, a Artesol apoia artesãos em todo o país, revitaliza técnicas tradicionais, oferece capacitação, promove o comércio justo e dissemina conhecimento sobre o setor.

Vanusa da Silva Lima


Vanusa é reconhecida por suas habilidades com a técnica da marchetaria, uma arte milenar que foi difundida no Brasil pelos jesuítas, no período da colonização. Trata-se de uma técnica de encaixar lâminas ou pedaços de madeira.

Mostrar contatos

AbrirFechar

Os contatos devem ser feitos preferencialmente via Whatsapp.

Rio Branco – AC

A Artesol não intermedeia relações estabelecidas por meio desta plataforma, sendo de exclusiva responsabilidade dos envolvidos o atendimento da legislação aplicácel à defesa do consumidor.

Sobre as criações

Foto de divulgação Artesol

Fotos de divulgação Artesol

A marchetaria é uma arte milenar que foi difundida no Brasil pelos jesuítas, no período da colonização. Trata-se de uma técnica de encaixar pedaços de madeira ou lâminas, como é o caso do trabalho realizado por Vanusa. 

Para a criação das peças, se inspira na fauna e na flora da região, ricas em diversidade. Trabalham com mais de 100 tipos de madeira da região, como morapiranga, roxinho, louro preto, amarelão, ipê, angelim. São madeiras de reaproveitamento que são colhidas por Vanusa e o esposo. Em algumas madeiras é feito tingimento com tinta xadrez. 

Sobre quem cria

Foto de divulgação Artesol

Vanusa da Silva Lima é de Cruzeiro do Sul, município acreano, e aprendeu com o esposo a arte da marchetaria, há 14 anos, quando seu filho nasceu. Antes disso, trabalhava com enfermagem, mas não teve vontade mais de voltar para a sua antiga profissão.

A marchetaria já chamava a sua atenção, mas como a enfermagem lhe exigia muita dedicação, não tinha tido oportunidade de investir seu tempo em aprender. Hoje, o artesanato é, além de sua fonte financeira, uma atividade que lhe proporciona bem-estar emocional.

Sobre o território

Foto de divulgação Artesol

Cruzeiro do Sul é um dos polos turísticos e econômicos mais importantes do Acre. A história de todo o estado é marcada pelo ciclo da borracha e pelos conflitos políticos que culminaram com a criação do Acre Território, após o fim da revolução acreana. Somente em 1962 o Acre foi transformado em estado. Mas mesmo todos os difíceis processos pelos quais a região passou, toda a violência, principalmente contra as comunidades indígenas locais, a região segue marcada pela presença de mais de 15 etnias indígenas, como Kaxinawá, Arara, Jaminawa, Ashaninka, Madija, entre outros – sendo algumas aldeias isoladas.

Membros relacionados