A Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro é uma iniciativa da Artesol, organização sem fins lucrativos brasileira, fundada em 1998 pela antropóloga Ruth Cardoso. Seu objetivo principal é promover a salvaguarda do artesanato de tradição cultural no Brasil. Por meio de diversas iniciativas, a Artesol apoia artesãos em todo o país, revitaliza técnicas tradicionais, oferece capacitação, promove o comércio justo e dissemina conhecimento sobre o setor.

Fabio Rocha de Jesus


Inspirado pela natureza que o cerca e compõe seu cotidiano, Fábio trabalha com as técnicas do trançado e do entalhe, produzindo cestos, biojoias e esculturas que retratam os animais do local.

Mostrar contatos

AbrirFechar

Os contatos devem ser feitos preferencialmente via Whatsapp.

Telefone (27) 99968-8983
Contato Jôsy Rocha
Aldeia Indígena Areal, Aracruz – ES

A Artesol não intermedeia relações estabelecidas por meio desta plataforma, sendo de exclusiva responsabilidade dos envolvidos o atendimento da legislação aplicácel à defesa do consumidor.

Sobre as criações

Foto de divulgação Artesol

Inspirado pela natureza que o cerca e compõe seu cotidiano, Fábio trabalha com as técnicas do trançado e do entalhe, produzindo cestos, biojoias e esculturas que retratam os animais do local, como coruja, arara, cachorro do mato, preguiça, tamanduá, lagarto, cobras, raposa, macaco, tatu, gavião, entre outros. Também entalha na madeira miniaturas de canoas, além de arcos, flechas, entre outros. 

As madeiras são de reaproveitamento, coletadas no próprio território onde vive. Trabalha principalmente com a aroeira, cedro rosa, jaqueira, acácia, jacarandá, murici, entre outras. Utiliza também a casca da embira, cipó imbé e a taquara, espécie de gramínea típica da América do Sul, que se parece com o bambu. Faz uso, ainda, das sementes de olho de boi, girica, açaí, coco dedé, jatobá, entre outras, que são coletadas e beneficiadas por ele mesmo. Todo o trabalho de coleta e beneficiamento é feito por Fábio e sua esposa Josy Pereira Ferreira.

Fotos de divulgação Artesol

Sobre quem cria

Fábio Rocha de Jesus é da etnia Tupinikim, nasceu em uma aldeia que foi extinta e há 12 anos vive na aldeia indígena Areal, em Aracruz, Espírito Santo. Aprendeu ainda criança as técnicas do trançado e do entalhe com os pais, bem como o modo de extrair sustentavelmente as fibras das palmeiras. Dessa forma, o artesanato possui um valor incalculável em sua vida, pois o vincula à sua história e à sua identidade cultural.

Com o tempo foi experimentado suas próprias criações, junto com sua esposa Josy Pereira Ferreira, até que começaram a comercializar as peças. No início vendia na praia, na rua e outros espaços públicos, e hoje o trabalho deles circula pelo Brasil, através das feiras nacionais de artesanato. Além do artesanato, Fábio e Josy trabalham com a agricultura familiar.

Foto de divulgação Artesol

Sobre o território

Aracruz é um município da região centro-oeste do estado do Espírito Santo, sendo o único município capixaba que possui territórios indígenas no estado. Ao todo são dez aldeias das etnias Tupinikim e Guarani. 

Foto de divulgação Artesol

Membros relacionados