A Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro é uma iniciativa da Artesol, organização sem fins lucrativos brasileira, fundada em 1998 pela antropóloga Ruth Cardoso. Seu objetivo principal é promover a salvaguarda do artesanato de tradição cultural no Brasil. Por meio de diversas iniciativas, a Artesol apoia artesãos em todo o país, revitaliza técnicas tradicionais, oferece capacitação, promove o comércio justo e dissemina conhecimento sobre o setor.

Fulô.A


Linhas coloridas e tecidos ganham formas de casas, pássaros, flores e árvores nas mãos das artesãs do grupo Fulô.A

Mostrar contatos

AbrirFechar

Os contatos devem ser feitos preferencialmente via Whatsapp.

Telefone (82) 99958-8711
Contato Ana Cristina Ferreira Santos
Povoado Murici, Penedo – AL

A Artesol não intermedeia relações estabelecidas por meio desta plataforma, sendo de exclusiva responsabilidade dos envolvidos o atendimento da legislação aplicácel à defesa do consumidor.

Sobre as criações

Crédito da foto: Raquel Lara Rezende

Linhas coloridas e tecidos ganham formas de casas, pássaros, flores e árvores nas mãos das artesãs do grupo Fulô.A. As representações inventivas são produzidas com a técnica conhecida como bordado livre, que conserva pontos tradicionais do bordado reorganizando os espaços e propondo novos estilos de desenho. Muito difundida em todo o país, a técnica vem ganhando espaço e se tornou, além de fonte de renda, uma linguagem possível. As temáticas escolhidas, que geralmente retratam a fauna e flora, as tradições, ou cenas cotidianas, proporcionam um meio de expressão e interação profunda entre quem borda, o grupo e o local.

Sobre quem cria

Crédito da foto: Divulgação Artesol

O grupo produtivo Fulô.A foi organizado no ano de 2013 por Ana Cristina. A técnica foi ensinada às 20 integrantes como forma de geração de renda, mas a importância do trabalho para essas mulheres vai além, pois é na reunião que encontraram um lugar de pertencimento, nas formas e cores, meios de subsistência e autonomia.

Encontram-se regularmente para dividirem os pedidos, discutirem a produção e apresentar novas demandas, e a partir daí cada uma segue a bordar em sua casa. O modelo de trabalho onde cada qual atua em sua realidade cotidiana, nos tempos entremeados por afazeres e cuidados domésticos, congrega necessidades oferecendo outras perspectivas para além dos limites locais. É essencial em configurações sociais como a do Povoado de Murici, onde há pouca ou nenhuma oportunidade de trabalho.

Considerado isto, vemos nas cores bordadas formas de embelezar e de tornar essas realidades possíveis.

Sobre o território

Crédito da foto: Divulgação Artesol

Primeiro povoado do estado de Alagoas, Penedo é considerada uma das cidades mais belas da região. À beira do rio São Francisco, na região conhecida como Baixo São Francisco, a cidade guarda um rico cenário arquitetônico, que expressa a herança deixada por holandeses, portugueses e franceses. São 13 igrejas e 10 capelas, muitas construídas nos séculos XVII e XVIII. No centro histórico se encontra o primeiro teatro construído em Alagoas, o Teatro Sete de Setembro. Por sua importância, o conjunto histórico e paisagístico de Penedo foi tombado em 1995, pelo IPHAN e pertence ao Programa Monumenta, do Ministério da Cultura. Em meio às casas coloridas e sob o céu azul turquesa, acontece em janeiro o Festival de Tradições Populares, ao som das bandas de pífano e também a tradicional procissão fluvial de Bom Jesus dos Navegantes.

Penedo foi um importante núcleo comercial de Alagoas, quando os barcos cumpriam um papel parecido com o dos cavalos a levar os tropeiros que trocavam e comercializavam alimentos e outros produtos. Nessa época, em que o Velho Chico ainda não tinha sido tragado pelas grandes hidrelétricas, corriam por suas águas grandes embarcações. Seu leito era profundo e largo, mas hoje quase não é possível navegar no São Francisco. Com o passar dos séculos, o rio ganhou outras funcionalidades para a cidade, sendo, por exemplo, importante atrativo turístico, o que abre a possibilidade de construção de um turismo que estimule a compreensão ambiental e o conhecimento cultural e histórico da região.

Membros relacionados